Overkill #28 – O caso Metacritic

Salve, chapas! Nesta quinta-feira, Erick Seika, Mateus Lima e o convidado Johnny do Gamer Inconstante discutem os agregadores de review e o que está por trás do Metacritic!

NESTE OVERKILL:

O que é um “agregador de reviews” e como eles funcionam? Que tipo de problemas e vantagens as “médias” podem causar? O que está por trás das notas do Metacritic e do Gamerankings, e como essas notas influenciam o mercado e – principalmente – os desenvolvedores? Fique sabendo quais as fontes que os chapas consultam na hora de descobrir se um jogo é bom, e descubra as notas recebidas pelo novo jogo do Supercontrole (GOTY): MATEUS QUEST!

COMENTADO NA LEITURA DE COMENTÁRIOS:

Episódio do Gamer Informante com o Mateus Lima, sobre pirataria, Double Fine e o novo Xbox
Episódio do Hysteria sobre JRPGs da era 8-16 bit com Erick Seika, Mateus Six, Lanzonet e Frajola

COMENTADO NO PODCAST:

Visite o Gamer Inconstante e o Drink n Play!
Lista com as maiores notas do Metacritic
Lista com as maiores notas do GameRankings
Estudo publicado no Gamasutra sobre o “fator Metacritic”
Artigo da Kotaku criticando o estudo sobre Metacritic
Artigo da Kotaku sobre os bastidores do Metacritic
Podcast DASH do Jogabilidade sobre análises e reviews

PARTICIPE VOCÊ TAMBÉM:

Não deixe de comentar: você confia nos agregadores de review? A nota do Metacritic ou do Gamerankings é relevante pra você na hora de comprar um jogo? De que maneira poderíamos evitar a manipulação dessas notas? E afinal, que métodos você usa pra decidir se vai ou não comprar um jogo? Comente aqui no post ou mande um email para contato@overkill.com.br. Fale conosco pelo twitter @overkillpodcast, @erickseika ou @mattrlima. Ou ainda na página do Overkill no Facebook!

DURAÇÃO: 01:13:24

Play

Deixe uma resposta